Sexta-feira, 1 de Julho de 2011
Série aTensãoJAZZ chega ao fim a 3 de Julho

 

A série de 10 episódios aTensãoJAZZ, que tem vindo a ser transmitida na RTP2 desde 1 de Maio, chega ao fim no próximo domingo, 3 de Julho. Com guião, entrevistas e textos de Rui Neves, director artístico do Jazz em Agosto, entre outras mostras de jazz, e realização de Paulo Seabra, aTensãoJAZZ propõe uma história do jazz feito em Portugal, com testemunhos de músicos, estudiosos, críticos e promotores de festivais. Depois da sua exibição televisiva, a série deverá ter uma versão comercial, com edição prevista para o final de 2011 ou inícios de 2012.

 

 



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Domingo, 6 de Março de 2011
A História de... Rui Tavares

Rui Tavares

 

Eurodeputado ao Parlamento Europeu pelo Bloco de Esquerda desde 2009, o historiador Rui Tavares é o protagonista da semana no programa A História De.

Os programas anteriores estão aqui.

 

Com Andreia Lago

(produção de Radoslava Radkova e sonorização de Rui Garcia)

2ª, 7 de Março, a 6ªf, 11 de Março- 10.45 (blocos de 5mns)

6ªf, 11 de Março- 19h (na íntegra)



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Quinta-feira, 11 de Novembro de 2010
Internacional Europa

Dia do Armistício, Monumento ao Soldado Desconhecido, Arco do Triunfo (daqui)

 

No seu espaço de comentário e informação, o advogado e consultor político Nuno Wahnon Martins radiografa os temas da actualidade internacional que marcaram a semana, com especial atenção para os assuntos que mais directamente se relacionam com o dia-a-dia político, económico e social do espaço da União Europeia. Esta semana:

 

- Como eles se tornaram Franceses - A publicação de "Ils Sont Devenus Français", de Doan Bui e Isabelle Monnin, relata a história de dezenas de figuras públicas que se naturalizaram Francesas. É um livro que relata histórias de imigrantes, mas também a História da França.

- O dia do Armistício - Um pouco por toda a Europa, comemorou-se o fim da I Guerra Mundial. Mas essa data é esquecida por muitos que participaram neste conflito - que originou a Europa na qual vivemos hoje em dia.

 

Com Nuno Wahnon Martins

6ªf, 12 de Novembro- 8.15

Sábado, 13 de Novembro- 18.15



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Quarta-feira, 15 de Setembro de 2010
Perguntas Proibidas

José Eduardo Franco

 

Historiador, poeta, ensaísta e investigador da Universidade de Lisboa, José Eduardo Franco é o convidado de Mendo Henriques no Perguntas Proibidas da semana, em parceria com o Instituto da Democracia Portuguesa. O Dicionário Histórico das Ordens e Instituições Afins em Portugal, editado no início do mês pela Gradiva, e com direcção do autor, partilhada com José Augusto Mourão e Ana Cristina da Costa Gomes, é a obra mais recente do historiador, que tem publicado estudos sobre o Padre António Vieira, os Jesuítas e os Jardins do Mundo. Em entrevista, José Eduardo Franco fala da obra agora publicada pela Gradiva, do estudo sobre os Jesuítas, que acaba de ser editado em França, e de anteriores congressos e trabalhos- e do impacto cultural destas iniciativas, levadas a cabo com grande número de parcerias e envolvendo grande movimentação cultural.

Os programas anteriores estão aqui.

 

5ªf, 16 de Setembro- 18h



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Quarta-feira, 4 de Agosto de 2010
Breves

BillieHoliday.

Fotografias de William Gottlieb

 

William Gottlieb, o jornalista que primeiro teve uma coluna de jazz num jornal, o Washington Post, e o jornalista-fotógrafo da revista Down Beat, mais tarde, documentou uma época dourada do jazz- a de finais de 30 até finais da década de 40- através de fotografias de músicos, managers, públicos, clubes e lojas. 200 dessas célebres fotografias estavam disponíveis no já célebre manual The Golden Age of Jazz, de Gottlieb. Desde inícios de 2010, contudo, a norte-americana Library of Congress, guardiã de toda a colecção, está a disponibilizar no flickr as cerca de 1600 fotos de Gottlieb, que passaram a ser de domínio público, como era desejo do autor. A obra de William P. Gottlieb pode ser consultada aqui.

 

Jackie McLean on Mars

 

Já circula pela internet um documentário de Ken Levis consagrado ao compositor, professor e saxofonista alto Jackie McLean (1931-2006). Jackie McLean on Mars, com data de 1980 e pouco mais de meia hora de duração, mostra o histórico do jazz nas suas aulas, em concerto e em entrevista, elaborando sobre as suas ideias musicais. Uma preciosidade, aqui.



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Quinta-feira, 10 de Junho de 2010
Descubra as Diferenças

Faixa de Gaza, Maio 2005

 

Debate político avesso ao politicamente correcto com um pé na blogosfera.

 

- Candidatura presidencial à direita – A promulgação do casamento homossexual continua a dar que falar entre alguma direita portuguesa, desagradada com a actuação de Cavaco Silva e a argumentação utilizada. O voto em branco ganhou novos adeptos?

 

- Crise em Gaza – A abordagem dos Israelitas à auto-denominada "flotilha da liberdade" parece ter sido uma armadilha bem montada contra Israel. No meio destes últimos acontecimentos, qual o papel regional de Estados como a Turquia e o Irão?

 

- Educação sexual e liberdade – Com a entrada em vigor da lei sobre a educação sexual, esta passa a ser obrigatória nas escolas, com uma orientação pré-determinada pelo Estado. Mas não será também a liberdade na educação os pais decidirem o que os seus filhos devem aprender?

 

- História esquecida – Algumas crianças do agrupamento escolar de Aveiro vão desfilar com a farda da Mocidade Portuguesa, num projecto destinado a reviver os últimos 100 anos de história e que contou com o pronto protesto do Bloco de Esquerda. Há uma parte da República que deve ser esquecida?

 

Esta semana, André Abrantes Amaral e Antonieta Lopes da Costa debatem com Pedro Picoito (Cachimbo de Magritte) e Duarte Schmidt Lino (Suction with Valcheck).

Os programas anteriores estão aqui.

 

6ªf, 11 de Junho- 18h

Domingo, 13 de Junho- 19h



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Quinta-feira, 11 de Fevereiro de 2010
Perguntas Proibidas

                (imagens daqui e daqui)

 

Em 27 de Setembro de 1910, o rei D . Manuel II presidia no Buçaco ao 1º centenário da Batalha do Buçaco. Cem anos depois, o que está ser feito em em vários países europeus para evocar a Guerra Peninsular (1807-1814)?

Em parceria com o Instituto da Democracia Portuguesa, Manuel Amaral e Mendo Henriques conversam com Clive Gilbert e Paul Bernard sobre a memória dos eventos de há duzentos anos, uma das fases trágicas da Europa Desunida, hoje ultrapassadas pela União Europeia. As novidades editoriais nesta área, as iniciativas da sociedade civil e as conferências em vários países têm chamado a atenção de especialistas mas o grande público não tem sido motivado para estes eventos grandiosos.

 

5ªf, 11 de Fevereiro- 18h



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2010
Europa Entrevista

  Inocêncio Camacho, à varanda dos Paços do Concelho, depois de proclamada a República  (daqui)

 

Esta semana, o Europa Entrevista convida a historiadora Maria Fernanda Rollo, membro da Comissão para as Comemorações do Centenário da República- para fazer uma viagem ao passado, ao Portugal de 1910, e perceber como a República substituiu 800 anos de Monarquia.

Os programas anteriores estão aqui.

 

Com Mónica Peixoto

3ªf, 9 de Fevereiro- 18h



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Terça-feira, 17 de Fevereiro de 2009
3 W's

  

Entre as recomendações do W's para a semana destacamos aqui toda a informação musical disponível no sítio da Meloteca, que cumpriu, em 2008, cinco anos de existência. De Dicionários a Cronologias várias, de compositores nacionais e estrangeiros, passando por contactos de instituições e uma discoteca, a Meloteca oferece informação preciosa sobre a música erudita.

Em Guerra Colonial encontramos a história pormenorizada do período entre 1961 e 1974, com dados sobre o país no pós II Guerra Mundial, o contexto internacional, as doutrinas, as operações e as feridas de guerra, com um dossier estatístico e uma galeria multimédia.

Por fim descobrimos ainda os Geoparques do país, o turismo da natureza e actividades associadas em Naturtejo.

 

Com Paulo Lázaro

2ª a 6ªf- 10.50/ 17.15

Sábados- 17.40



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2009
Dicionário do Jazz

 

 

Tem uma carreira que já ultrapassou os 50 anos e que acompanhou a história do jazz: Sonny Rollins começou por tocar piano, adoptou depois o saxofone alto e finalmente mudou para o saxofone tenor que tanto o identifica.

Nasceu e cresceu no Harlem, onde era assíduo frequentador dos cinemas do bairro e de onde retirou grande parte da sua inspiração musical. As canções de compositores como Jerome Kern para filmes como Swing Time, com Fred Astaire e Ginger Rogers, ficaram-lhe na memória ao longo dos anos e aparecem frequentemente na discografia do saxofonista. A outra fonte de inspiração de Rollins encontra-se na rádio, que ouvia todos os dias, enquanto jovem. Das centenas de canções que tem nas pontas dos dedos, Sonny Rollins tem feito um percurso marcado pela força expressiva do seu tenor e pela improvisação harmónica.

Da história da sua vida são bem conhecidas as colaborações com J.J. Johnson e Bud Powell, nos primeiros anos, com Miles Davis e Thelonious Monk na década de 50, e o seu papel no 5teto de Clifford Brown e Max Roach.

A partir daí, e enquanto líder, gravou Saxophone Colossus (56), Way Out West  e outros 6 discos só no ano de 57- que foi também o ano em que inaugurou o trio de saxofone, contrabaixo e bateria- e afirmou-se como compositor- Oleo, St. Thomas, Doxy ou Airegin são hoje standards do jazz. Os períodos sabáticos do saxofonista são hoje também histórias célebres do jazz, sobretudo os 3 anos (59- 62) em que, descontente com a sua forma de tocar, interrompeu toda a actividade de concertos e gravações, para praticar, horas a fio, debaixo da Williamsburg Bridge, em Nova Iorque.

Com mais de 100 discos gravados, Rollins continua a compôr e a tocar, e o seu disco de estúdio mais recente, Sonny, Please, foi lançado em 2006.

No vídeo acima, o clássico 52nd Street Theme, de Monk, é abordado em 4teto, em 1963, para a televisão italiana, com Sonny Rollins, Don Cherry (trompete), Henry Grimes (contrabaixo) e Billy Higgins (bateria)- o mesmo grupo que gravou Our Man in Jazz (em 62 e 63).

 

Com Betânia Valente e Andreia Lago

2ª a 6ªf- 9.50/ 16.45/ 19.20

Sábado- 17.15

Domingo- 18. 15



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Segunda-feira, 24 de Novembro de 2008
Guerra e Paz

 

"Os passageiros de uma das carruagens do comboio que na noite de 9 de Dezembro de 1918 cruzava as planícies do Sul em direcção ao Barreiro sentiam-se visivelmente incomodados. Um sujeito que entrara na estação de Garvão não parava de criticar o Presidente da República, Sidónio Paes, com palavras que eriçavam a ordeira audiência.

(...)

'Dizem que é valente!', ironizava o homem do Garvão, 'onde é que ele mostrou a valentia?' Duas passageiras não se conseguiram conter e ali mesmo 'fizeram do presidente a mais entusiástica defesa'. Mesmo um viajante espanhol, 'até certa altura calado, fez também a defesa do senhor presidente'. Um viajante mais afoito perguntou-lhe as razões do ódio a Sidónio. José Júlio da Costa, assim se chamava o contundente crítico, 'respondeu com azedume:- Meti um requerimento para ir a França e ele indeferiu'."

 

No próximo dia 14 de Dezembro assinalam-se 90 anos da morte de Sidónio Paes, que tomou posse, como Presidente da República, a 10 de Maio de 1918. O episódio marcou o curso da história do país e é objecto de uma reportagem de Alberto Franco e Paulo Barriga, ambos autores com trabalhos publicados na imprensa portuguesa, no campo da História e da Memória.

A empolgante história de José Júlio da Costa, O Homem que Matou Sidónio Paes, é tema de conversa, amanhã, com Paulo Barriga e Antonieta Lopes da Costa.

 

3ªf., 25 de Novembro- 10.35



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Terça-feira, 16 de Setembro de 2008
Guerra e Paz

 

Hoje voltamos a ouvir Jorge Silva, editor da Guerra e Paz, sobre uma edição recente: O Dragão e os Diabos Estrangeiros percorre a história da China, detendo-se em momentos-chave como o império mongol de Gengis Khan, as guerras do ópio, a revolução comunista de 1949 e as manifestações de Tiananmen. O autor, Harry G. Gelber, é especialista em História e Ciência Política, e autor de outras obras como Nations Out of Empires e Opium, Soldiers and Evangelicals.

 

3ªf, 16 de Setembro- 10.35



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Segunda-feira, 21 de Julho de 2008
Guerra e Paz

 

Das incursões dos cavaleiros das estepes no território chinês ao império mongol de Gengis Khan, passando pela chegada dos primeiros europeus, pelas guerras do ópio, a revolução comunista de 1949 e as manifestações da Praça de Tiananmen, O Dragão e os Diabos Estrangeiros revê a história da China- incluindo as particularidades culturais, religiosas e sociais- e descreve as relações do país com o resto do mundo.

Uma obra que o jornal The Times considera exemplar, escrita pelo historiador Harry G. Gelber, professor convidado da Universidade de Boston, da London School of Economics e do Centro de Estudos Europeus da Universidade de Harvard.

Jorge Silva, editor da Guerra e Paz, conversa com Antonieta Lopes da Costa sobre esta nova publicação da editora.

 

2ªf, 22 de Julho- 10.35



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Terça-feira, 1 de Julho de 2008
Europa Entrevista

 

 

Irene Fluner Pimentel, investigadora na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, foi este ano distinguida com o Prémio Pessoa 2007.

Numa entrevista em redifusão, a autora da História das Organizações Femininas do Estado Novo, da obra A PIDE/DGS- 1945-1974 (Círculo de Leitores) e de Mocidade Portuguesa Feminina (Esfera dos Livros), entre outros estudos, salienta a importância de aprofundarmos o conhecimento da história recente do nosso país.

 

Com Mónica Peixoto

4ªf, 2 de Julho- 19h

Sábado, 5 de Julho- 18h



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Terça-feira, 13 de Maio de 2008
Europa Entrevista

 Humberto Delgado, Porto, 14 de Maio de 1958

 

Há 50 anos, Humberto Delgado desafiava os portugueses a não terem medo e avançava- até ao fim- como candidato da Oposição à Presidência da República. A fraude eleitoral e a derrota não o demovem da luta- que termina de forma violenta a 13 de Fevereiro de 1965, em Espanha, às mãos da Pide.

 

Amanhã, o Europa Entrevista convida Frederico Delgado Rosa, autor da obra Humberto Delgado- Biografia do General Sem Medo (Esfera dos Livros) e neto do biografado.

 

Com Mónica Peixoto

4ªf, 14 de Maio- 19h

Sábado, 17 de Maio- 18h



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Segunda-feira, 12 de Maio de 2008
Guerra e Paz

 

A partir de textos diversos, livros e intervenções públicas de Fidel Castro e Deng Xiaoping, o jornalista Alexandre Coutinho recorda o encontro secreto dos líderes cubano e chinês, proporcionado pelo jornalista francês Philippe Lancry, na década de 90.

Alexandre Coutinho é jornalista no Expresso, na secção de Economia, e fotógrafo na área das viagens de aventura e descoberta. Amanhã conversa com Antonieta Lopes da Costa sobre o livro O Mensageiro de Fidel, agora editado pela Guerra e Paz.

 

3ªf, 13 de Maio- 10.35



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Segunda-feira, 21 de Abril de 2008
Guerra e Paz


Que papel tiveram os militares da GNR na Revolução de Abril? Algumas respostas encontram-se no livro Para Além do Portão, do Major Nuno Andrade, que ouviu o testemunho dos militares da Guarda Nacional Republicana envolvidos nos acontecimentos e investigou a documentação relacionada com as últimas 14 horas do último chefe de governo do antigo regime no interior do Quartel do Carmo.
Para Além do Portão é apresentado amanhã, 3ªf, na Sala Afonso Botelho do Quartel do Carmo, às 18.30, com a presença de Adelino Gomes e Vasco Lourenço. Pela manhã ouvimos Nuno Andrade em conversa com Antonieta Lopes da Costa.

3ªf, 22 de Abril- 10.35

publicado por jazza-me
link do post | comentar | ver comentários (1)

Domingo, 16 de Março de 2008
Hot Clube de Portugal: 60 Anos

 

A 19 de Março celebram-se os 60 anos do Hot Clube de Portugal, fundado em 1948 por Luis Villas-Boas. O vídeo, do jornalista Alexandre Costa para o Expresso Multimédia, mostra momentos da história do clube de jazz mais antigo do país, em imagens da colecção de João Moreira dos Santos, do espólio de Villas-Boas e de Augusto Mayer.

O aniversário vai ter lugar no Cinema São Jorge, na 4ªf, 19, às 22h, com um concerto de Maria João e Mário Laginha e a Big Band do Hot Clube, com repertório inédito e sob direcção de Pedro Moreira. 

Nos próximos dias, em 90.4 fm, ouvimos Pedro Moreira, saxofonista e director pedagógico da Escola de Jazz do Hot Clube em entrevista a Catarina Ruivo:


2ªf, 17 Março- 10.35/ 18.35

3ªf, 18 Março- 11.15/ 19.15
4ªf, 19 Março- 10.45/ 18.35

 



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Terça-feira, 22 de Janeiro de 2008
Biblioteca Virtual

 

"Churchill, para quem era jovem no tempo da Segunda Guerra Mundial, poderá parecer uma figura de importância exagerada. Os jovens anseiam por heróis, e para quem, como eu, era um menino de idade escolar na altura em que a Grã-Bretanha estava isolada pelo poder nazi, o primeiro-ministro parecia tudo menos heróico. Heróis eram os que, ágeis e elegantes, se passeavam risonhos pelas ruas, em fardas caqui ou azuis da força aérea e da marinha, prontos a partir ou recentemente regressados da batalha. Já Churchill, com o seu siren suit disforme, a sua cartola engraçada e o inconfundível charuto encravado entre os dedos moles, tinha um ar muito pouco heróico. Para tal também contribuía a lisonja dos adultos: 'O Winston, o bom velho Winston!', quando um jovem aluno da Grã-Bretanha sitiada não queria um 'velho Winston', mas um Winston jovem e impetuoso, como os pilotos que partiam dos aeródromos locais, os comandos que faziam corridas de treino pelas ruas da aldeia, os capitães dos torpedeiros que partiam dos portos para lutar nas águas do Canal da Mancha. O rechonchudo Winston, com os seus papos e a sua voz arrastada, fazia triste figura ao lado de tais exemplos."

 

Assim começa a biografia de Winston Churchill, Uma Introdução à Vida de Churchill (Tinta-da-China) da autoria de John Keegan, historiador britânico que se dedicou ao estudo das duas Grandes Guerras do Século 20 e, mais recentemente, à guerra do Iraque.

 

Com Elza Gonçalves

4ªf, 23 Janeiro- 10.35/ 15.15/20.15

Sábado, 26 Janeiro- 12.35/ 16.35



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Terça-feira, 15 de Janeiro de 2008
Europa Entrevista

Foto de Jorge Nogueira

Irene Flunser Pimentel, investigadora na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, foi distinguida com o Prémio Pessoa 2007. Autora da História das Organizações Femininas do Estado Novo, da Fotobiografia de Manuel Gonçalves Cerejeira, da Fotobiografia de José Afonso, da obra A PIDE/DGS- 1945-1974 (Círculo de Leitores) e de Mocidade Portuguesa Feminina (Esfera dos Livros), entre outros estudos, Irene Pimentel salienta a importância de conhecermos a história recente do nosso país.

Com Mónica Peixoto
4ªf, 16 Janeiro-19h
Sábado, 19 Janeiro-18h

publicado por jazza-me
link do post | comentar

Com Papas na Língua


Pequenas e grandes histórias da história da alimentação. Por estes dias, Alfredo Saramago fala-nos da gastronomia na pintura e da tradição das naturezas-mortas que teve uma expressão importante na pintura holandesa. O trabalho de Willem Kalf (1619-1693), um dos maiores pintores holandeses de naturezas-mortas, foi reavaliado em finais do século 19 e comparado a pintores como Rembrandt e Vermeer pelo seu uso da luz.

Com Alfredo Saramago
2ª a 6ª- 12.50/ 18.50

publicado por jazza-me
link do post | comentar | ver comentários (2)


Rádio Blog
Carla Hilário Quevedo
Metro - Rádio Europa Lisboa
Tema da semana: Rádio Blogue.
Comente aqui ou em 21 351 05 90.
A sua voz vai para o ar :
6ª feira, 11h35/17h40
Domingo, 18h35






Rádio Europa Lisboa
Rua Latino Coelho, 50 - 1º
1050-137 Lisboa, Portugal
Tel.: 21 351 05 80

Email   Estamos no Facebook   Siga-nos no Twitter
Emissão online:

clique para ouvir a emissão da europa


Rádio Blog
Carla Hilário Quevedo
Metro - Rádio Europa Lisboa
Tema da semana: Rádio Blogue.
Comente aqui ou em 21 351 05 90.
A sua voz vai para o ar :
6ª feira, 11h35/17h40
Domingo, 18h35



POSTS RECENTES

Série aTensãoJAZZ chega a...

A História de... Rui Tava...

Internacional Europa

Perguntas Proibidas

Breves

Descubra as Diferenças

Perguntas Proibidas

Europa Entrevista

3 W's

Dicionário do Jazz

Guerra e Paz

Guerra e Paz

ARQUIVOS
TAGS

todas as tags

blogs SAPO
SUBSCREVER FEEDS