Quinta-feira, 27 de Maio de 2010
Rádio Blogue: Juventude alcoólica

 

Em final de semana ouvimos as opiniões que nos foram chegando sobre o caso da professora Bruna Real...

 

... com Carla Hilário Quevedo e Antonieta Lopes da Costa

6ªf, 28 de Maio- 10.35/ 19.35

Domingo, 30 de Maio- 18.35

 

Nos próximos dias queremos saber o que pensa da juventude alcoólica. O texto, com a assinatura de Carla Hilário Quevedo, é publicado aqui em parceria com o jornal Metro. Pode dar-nos a sua opinião, se preferir, através do 21.351.05.90. Até às 16h da próxima 5ªf.

 

Juventude alcoólica

Todos os que passaram pela adolescência sabem que é uma época um bocado parva da vida. As certezas absolutas de tudo, a impaciência com os mais novos, os mais velhos e os da mesma idade, e a revolta de ainda não ser adulto para poder fazer o que muito bem quer são algumas das características de um adolescente típico e de adultos que realmente nunca cresceram. Aos 16 anos quase tudo é um problema sem solução à vista, e os excessos tomam conta do crescimento, sobretudo numa fase em que tudo é um exagero. Mas há descontrolos mais nocivos que outros. Um estudo da Deco revelou que mais de metade dos jovens entre os 12 e os 15 anos que tentaram comprar bebidas alcoólicas conseguiram fazê-lo, apesar de a lei actual proibir a venda de bebidas alcoólicas a menores de 16 anos. Segundo uma notícia no Público, a Deco esclareceu que «entre 78 cafés e pastelarias, restaurantes de fast food e super e hipermercados visitados, foi mais fácil obter a bebida nestes últimos estabelecimentos». O estudo é útil, não só porque vem confirmar uma tendência observada em bares de adolescentes, mas também porque aponta outros locais onde as autoridades deverão intervir. A ASAE existe também para fiscalizar os bares onde se vendem «shots» de vodka a rapazes e raparigas que não têm idade para consumir uma única bebida, quanto mais várias de uma vez. Ainda segundo a mesma notícia, um estudo realizado há três anos pela Universidade Nova de Lisboa para o Instituto da Droga e da Toxicodependência revelava que quase nove por cento dos adolescentes entre os 16 e os 17 anos consomem cinco bebidas numa única ocasião. O hábito é repetido três a cinco vezes por mês. As consequências do abuso de consumo de álcool na adolescência são muito graves. Cerca de quarenta por cento dos jovens que morrem em acidentes de viação apresentavam álcool no sangue. E há outras sequelas. João Goulão, presidente do Instituto da Droga e da Toxicodependência alerta para o aparecimento de jovens abaixo dos 30 anos com cirroses. Os adolescentes hoje bebem mais? Como se combate este problema?



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Comentários:
De Helena Miranda a 29 de Maio de 2010 às 13:01
Por um lado acho bem feito. Um adolescente que é adolescente, tem de aprender a dominar-se. Se vai para a rua gritar sempre que bebe uma cerveja com groselha e tira uma foto para pôr no facebook, acaba por ser o alvo das atenções dos adultos por dá cá aquela palha. No entanto, assim à partida, prender uma galinha numa jaula pequena não é boa ideia, porque vai contra o comportamento espalhafatoso da galinha e ela pode magoar-se a tentar libertar-se, ou pode resignar-se e ficar amorfa.
Felizmente há ainda muitos adolescentes razoáveis que se comportam normalmente (bebem quando bem lhes apetece e isso não significa beber muito, porque beber muito significa exactamente fazer merda e ter de dar satisfações aos adultos, obrigando-os a reagir com leis tolas como essa do álcool aos 18 anos).
Ou seja, o facto de os jovens beberem quando são ainda muito jovens pode ser perigoso, mas não é certamente uma novidade.
Hoje em dia, os adolescentes gostam de mostrar os excessos em ambientes mainstream, o que os torna mais infantis, histéricos, perigosos e desinteressantemente "populares". Isso sim, é uma novidade: Ir para as redes sociais mostrar os excessos, fazer excessos para mostrar os excessos....etc.


De Ana Luisa a 31 de Maio de 2010 às 11:47
Os mais novos também têm de ser incentivados apara terem melhores comportamentos. se os pais deixam adolescentes irem sozinhos para as discotecass aos 12 ou 13 anos, admiram-swe quwe eles bebam? parece-vos essa uma boa idade para um jovem sair à noite? Começa assim e depois acaba descontrolado, ou pode acabar sem controlo. Os mais novos também têm de ser educados para a responsabilidade dos seus actos; claro que de vez em quando cometem excessos, mas tam de ser só de vez em quando e não pode ser para se exporem desta forma.
O alcool não devia nunca ser vendido a menores de 16 anos, se esse cuidado de facto existisse, se um ocmerciante perdesse a licença ao vender alcool a um menor a coisa não se passava com a facilidade que conhecemos.


De João Afonso a 31 de Maio de 2010 às 11:53
Não passa tudo pela proibição de maneira nenhuma.
As leis que proibem a venda de alcool a menores de 16 anos são cumpridas? alguém verifica isso?
O que acontece a quem lhes vende o alcool?
De resto o problema resulta também da grande solidão em termos de crescimento a que estes jovens estão sujeitos, pais ausentes, sem tempo e a crescer só com um aparelho de televisão não dá, não pode dar, grande resultado. Em primeito lugar é a sociedade civil, os pais, a família que têm de se preocupar e retomar as rédeas das coisas; ninguém cresce bem e saudável sozinho, e começamos apenas agora e ver os primeiro efeitos disso mesmo; continuemos assim e não iremos longe...


De Manuela Jesus a 1 de Junho de 2010 às 15:47
Tenho 18 anos e não bebo álcool porque acho amargo o sabor, mas não tenho nada contra o seu consumo moderado, porque desinibe e torna mais fácil a sociabilização para os tímidos. Alguns amigos meus bebem e em algumas situações nem sempre se souberam moderar. Este ano vamos todos para a faculdade. Não consigo ver a grande diferença entre o nosso comportamento e o dos nossos pais.


Comentar post


Rádio Blog
Carla Hilário Quevedo
Metro - Rádio Europa Lisboa
Tema da semana: Rádio Blogue.
Comente aqui ou em 21 351 05 90.
A sua voz vai para o ar :
6ª feira, 11h35/17h40
Domingo, 18h35






Rádio Europa Lisboa
Rua Latino Coelho, 50 - 1º
1050-137 Lisboa, Portugal
Tel.: 21 351 05 80

Email   Estamos no Facebook   Siga-nos no Twitter
Emissão online:

clique para ouvir a emissão da europa


Rádio Blog
Carla Hilário Quevedo
Metro - Rádio Europa Lisboa
Tema da semana: Rádio Blogue.
Comente aqui ou em 21 351 05 90.
A sua voz vai para o ar :
6ª feira, 11h35/17h40
Domingo, 18h35



POSTS RECENTES

A História de... José Man...

Rádio Europa Lisboa

A História de... Miguel P...

Funchal Jazz 2011: 7 a 9 ...

Diogo Vida no Braço de Pr...

Internacional Europa

RFI: emissões em 90.4 fm

JIGG 2011: Jazz im Goethe...

A História de... Vital Mo...

Cool Jazz Fest 2011, 4 a ...

Bobby McFerrin leva VOCAb...

Série aTensãoJAZZ chega a...

ARQUIVOS
TAGS

todas as tags

blogs SAPO
SUBSCREVER FEEDS