Quinta-feira, 24 de Junho de 2010
Rádio Blogue: James Bulger

 

Este fim-de-semana conferimos as opiniões sobre a catástrofe ambiental provocada pela explosão de uma plataforma da BP no Golfo do México.

 

Com Carla Hilário Quevedo e Betânia Valente

6ªf, 25 de Junho- 10.35

Domingo, 27 de Junho- 18.35

 

Entretanto já temos novo tema de debate. O texto tem a assinatura de Carla Hilário Quevedo e é publicado aqui em parceria com o jornal Metro. Pode dar-nos a sua opinião, se preferir, através do 21.351.05.90, até às 16h da próxima 5ªf. Os delinquentes são recuperáveis?

 

James Bulger

A história de James Bulger demora infelizmente pouco a contar. O rapaz tinha dois anos quando no dia 12 de Fevereiro de 1993 foi raptado de um centro comercial em Merseyside, torturado e espancado até à morte. Dois dias depois, o corpo seria encontrado mutilado na linha do comboio. Aproveitando uma breve distracção da mãe, Jon Venables e Robert Thompson, ambos de dez anos, levavam a criança com o único propósito de dispor dela como bem entendessem. Venables e Thompson foram declarados culpados pelo crime e o tribunal decidiu a favor da detenção de ambos até aos dezoito anos de idade. Em 2001, Venables e Thompson saíram da unidade de segurança de Red Bank e vivem em liberdade condicional perpétua. Foram-lhes concedidas novas identidades, estão impedidos de voltar a Liverpool e de manter qualquer contacto um com o outro. Psiquiatras e especialistas em delinquência juvenil entenderam que a reabilitação destas duas pessoas era uma realidade à espera de ser concretizada. Só a vida em liberdade permitiria Venables e Thompson a integração na vida em sociedade e a redenção do crime cometido. Segundo as conclusões de relatórios psiquiátricos divulgadas pela imprensa, Jon Venables mostrara «um progresso psicológico excepcional» e era na altura da sua libertação uma pessoa «mais madura e responsável». Em Março deste ano, um homem foi detido por suspeita de participação em crimes relacionados com pornografia infantil. A imprensa britânica divulgou que se trata de um dos assassinos de James Bulger. Jon Venables é acusado de descarregar e traficar filmes pornográficos com crianças e voltou para a prisão. A violação da liberdade condicional e o regresso de Venables às páginas dos jornais britânicos contradizem todos os relatórios psiquiátricos optimistas. Não houve integração nem redenção, Venables não estava doente aos dez anos e, por isso, em 2001 também não estava nada melhor. Em 2010, talvez seja hora de perceber que não é recuperável. Que tipo de delinquente pode ser recuperado? Há recuperação social depois da cadeia?



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Comentários:
De Maria a 28 de Junho de 2010 às 16:43
Não sei ao certo o que é integração nestes casos. Ter um emprego? Vizinhos, vida social em churrascos?
Com crimes tão hediondos sinceramente, prefiro mesmo que nem haja integração destes monstros. Longe, quem fiquem bem longe porque pelos vistos, ou a integração e acompanhamento psiquiátrico é feito por incompetentes, ou há uma maldade qualquer nesta gente que não se explica.
Uma maldade que não se resolve com conversas ao sofá nem choques eléctricos nem com nada...


De Papoila a 29 de Junho de 2010 às 17:16
Mas então, se não se resolve com choques nem com nada, o que se faz? Condena-se à morte?
É de facto impressionante pensar que crianças de 10 anos foram capazes de semelhantes maldades sobre um bebé de 2 anos ... Que vidas são essas, que transformaram crianças de 10 anos em monstros? E que sociedade, que sistema é esse que não consegue curar crianças de 10 anos? A confirmar-se que Venables cometeu os novos crimes de que é acusado, terá de ser julgado e punido, com a agravante de no passado ter cometido o crime que cometeu. E quem o considerou apto a viver de novo em sociedade, deverá avaliar o que falhou, se falhou ...


De Luis Santos a 30 de Junho de 2010 às 17:00
a mim os relatórios de psis , psicólogos e afins fazem-me rir. São feitos sem nenhuma base científica e toda a vida se soube que é possível enganar outra pessoa mesmo quando ela é psi ... Admira-me que estes relatórios tenham validade nos tribunais e ajudem a decisões sérias sobre a vida das pessoas....
Bom quanto à recuperação desde quando é que reformatórios ou prisões no nosso tipo de sistema prisional reabilitam alguém?
Triste caso este, triste o menino que morreu e quem sabe se este rapaz não andou a fazer mais estragos por aí enquanto esteve em liberdade condicional.... provavelmente com estas pessoas o estado tem de manter uma vigil^~ancia apertada e gastar muito dinheiro ao longo dos anos... é também esse o preço a pagar por sistemas prisionais como os nossos: que formam pessoas para o banditismo, a malandragem, a máfia e para o grande crime.


De Antonio Louro a 1 de Julho de 2010 às 09:48
não creio possível a recuperação de uma pessoa no sistema prisional tal como o conhecemos.
Os relatrórios psiquiatricos de facto valem o que valem e talvez devessem sobretudo ter menos valor nestes casos juridicos pois o que se verifica é que quase sempre ocorre o contrário daquilo que prevêm.

O que leva dois meninos de 10 anos a assassinarem um putro de 2?
Os relatórios psiquiatricos ajudam a compreender esta situação? a explicar o qe aconteceu e como é possível semelhante coisa ou nem para isso servem?


De Claudio BRASIl a 23 de Julho de 2010 às 18:01
Acho que a nossa ciência está muito aquém do que realmente somos. Já quis acreditar que todos os seres humanos são recuperáveis. Mas a prática diz que nem todos são. Deve existir alguma disposição genética que impulsiona essas pessoas a tamanha maldade. E esta é tão intrinseca que nossos conhecimentos não pode identificá-la. Infelizmente, enquanto não conseguirmos seguramente diagnoticar, estas pessoas deverão ficar separadas da sociedade, ou liberdade assistida, monitoradas em tudo que fazem. Só assim a sociedade estará menos vunerável.


De melissa pacheco a 22 de Fevereiro de 2014 às 00:25
Acho que tem como esses dois voltarem a viver bem na sociedade e so terem forca de vontade


De melissa pacheco a 22 de Fevereiro de 2014 às 00:27
Acho que tem como esses dois voltarem a viver bem na sociedade e so terem forca de vontade


De melissa pacheco a 22 de Fevereiro de 2014 às 00:28
Acho que tem como esses dois voltarem a viver bem na sociedade e so terem forca de vontade


De melissa pacheco a 22 de Fevereiro de 2014 às 00:29
Acho que tem como esses dois voltarem a viver bem na sociedade e so terem forca de vontade


De melissa pacheco a 22 de Fevereiro de 2014 às 00:30
Acho que tem como esses dois voltarem a viver bem na sociedade e so terem forca de vontade


Comentar post


Rádio Blog
Carla Hilário Quevedo
Metro - Rádio Europa Lisboa
Tema da semana: Rádio Blogue.
Comente aqui ou em 21 351 05 90.
A sua voz vai para o ar :
6ª feira, 11h35/17h40
Domingo, 18h35






Rádio Europa Lisboa
Rua Latino Coelho, 50 - 1º
1050-137 Lisboa, Portugal
Tel.: 21 351 05 80

Email   Estamos no Facebook   Siga-nos no Twitter
Emissão online:

clique para ouvir a emissão da europa


Rádio Blog
Carla Hilário Quevedo
Metro - Rádio Europa Lisboa
Tema da semana: Rádio Blogue.
Comente aqui ou em 21 351 05 90.
A sua voz vai para o ar :
6ª feira, 11h35/17h40
Domingo, 18h35



POSTS RECENTES

A História de... José Man...

Rádio Europa Lisboa

A História de... Miguel P...

Funchal Jazz 2011: 7 a 9 ...

Diogo Vida no Braço de Pr...

Internacional Europa

RFI: emissões em 90.4 fm

JIGG 2011: Jazz im Goethe...

A História de... Vital Mo...

Cool Jazz Fest 2011, 4 a ...

Bobby McFerrin leva VOCAb...

Série aTensãoJAZZ chega a...

ARQUIVOS
TAGS

todas as tags

blogs SAPO
SUBSCREVER FEEDS