Sexta-feira, 27 de Maio de 2011
Rádio Blogue: campanha eleitoral

 

Em final de semana recuperamos os comentários ao caso Dominique Strauss-Kahn...

 

Com Carla Hilário Quevedo e Filipa Paramés

6ªf, 27 de Maio- 11.35/ 17.40

Domingo, 29 de Maio- 18.35

 

A campanha eleitoral está ao rubro mas nem por isso os eleitores parecem ter decidido o seu sentido de voto. O que pensa da campanha eleitoral? Quem vai ganhar no dia 5 de Junho? Deixe a sua opinião, se preferir, através do 21. 351. 05. 90, em mensagem gravada, até às 16h da próxima 5ªf. A crónica de Carla Hilário Quevedo é publicada aqui em parceria com o jornal Metro.

 

Campanha eleitoral

Na actual campanha eleitoral parece claro que se fala de tudo menos do que interessa. Sabemos que as exigências incluídas no memorando de entendimento vão fazer parte das responsabilidades do próximo governo, independentemente do partido ganhador ou dos partidos que consigam a maioria dita necessária. Os debates televisivos não trouxeram grandes novidades. Quase todos os partidos repetem o mesmo ou desmentem informações anteriores. Só ficamos com uma ideia dos diversos egos que se confrontam nestas discussões. Os programas dos partidos pouco nos esclarecem. O Partido Socialista apresentou o seu antes das resoluções do memorando e o PSD imediatamente a seguir, o que suscita dúvidas quanto à sua credibilidade. Nos contactos com o povo, a que assistimos todos os dias, ou na rua ou através da televisão, o mais elucidativo que nos é dado ouvir são as respostas, os desmentidos ou os comentários feitos de um partido a outro e de um candidato a outro. Como se fosse pouco, agora temos sondagens quase todos os dias. A novidade é interessante na medida em que parece acrescentar um elemento de suspense à campanha eleitoral. O PS ficará empatado com o PSD? O PSD aumentará a sua magra vantagem em relação ao PS? Conseguirá Paulo Portas ser Primeiro-ministro? E o Bloco, no meio disto tudo? Repetirá o extraordinário resultado das últimas legislativas? Veja a próxima sondagem até à sondagem definitiva no dia 5 de Junho. Entretanto, os temas preferidos dos especialistas são precisamente as sondagens. Ninguém se entende sobre se são afinal as sondagens que influenciam os eleitores ou se são os eleitores que fazem as sondagens. Um especialista dizia há dias que as tendências observadas nos resultados actuais podem levar a uma previsão do resultado eleitoral, mas, por outro lado, uma parte considerável do eleitorado só faz a sua escolha pouco antes de votar. O que pensa da campanha eleitoral? Quem vai ganhar no dia 5 de Junho?



publicado por jazza-me
link do post | comentar | ver comentários (2)

Terça-feira, 17 de Maio de 2011
Europa Entrevista

(Imagens daqui)

 

"Comer bem é mais barato" é a mensagem a transmitir pela campanha lançada pela Fundação Calouste Gulbenkian, em parceria com a DECO e a Associação Portuguesa de Nutricionistas (dentre outros parceiros). Através de um site (www.comerbememaisbarato.com) e de um roadshow, que vai percorrer o país, pretende-se dar a conhecer receitas de refeições saudáveis, ao preço de 1€. Para falar do projecto, o Europa Entrevista convida Luísa Valle, directora do Programa Gulbenkian de Desenvolvimento Humano.

Os programas anteriores estão aqui.

 

Com Mónica Peixoto

3ªf, 17 de Maio- 18h



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2011
Rádio Blogue: bullying homofóbico

 

Este fim-de-semana revemos as opiniões sobre o uso do Facebook por crianças...

 

com Carla Hilário Quevedo e Antonieta Lopes da Costa

6ªf, 18 de Fevereiro- 11.35/ 17.40

Domingo, 20 de Fevereiro- 18.35

 

O novo tema de debate é a campanha publicitária da Rede Ex Aequo sobre o bullying a alunos homossexuais. Perdeu-se uma boa oportunidade de fazer uma campanha generalizada contra o bullying na escola? Estas campanhas são úteis? A crónica de Carla Hilário Quevedo é publicada aqui em parceria com o jornal Metro. Dê-nos a sua opinião até às 16h da próxima 5ªf.

 

Bullying homofóbico

Cartazes e folhetos de uma campanha contra a discriminação de jovens gays e lésbicas não foram aprovados por dois serviços do Ministério de Educação. A campanha publicitária que pretende chamar a atenção para o bullying nas escolas a alunos homossexuais é da responsabilidade da Rede Ex-Aequo, uma associação de jovens que promove os direitos dos homossexuais e transexuais, e foi financiada pela Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género. O motivo apontado parece ser de cariz burocrático, além de ideológico, segundo avança o Público. Segundo a notícia no jornal, faltou um pedido de autorização formal para a afixação dos materiais da campanha. Além do mais, em reuniões com a Ex-Aequo, representantes do Ministério da Educação alegaram a sua neutralidade «em assuntos que possam ser considerados ideológicos». E em que consistem estes cartazes? Num deles vemos três raparigas parecidas numa sala de aula e a frase: «Ela é lésbica e estamos bem com isso». No outro vemos três rapazes parecidos, no mesmo contexto de sala de aula, e a frase «Ele é gay e estamos bem com isso». A primeira surpresa é a construção da frase decalcada do inglês: «And we’re okay with that». Não custava ter escrito uma frase em português, que até podia ser insolente: «Ele é gay e ninguém tem nada a ver com isso». A segunda surpresa tem que ver com o número de pessoas nos cartazes: três raparigas num e três no outro. Porquê três e não mais? Significa isto que um terço da população juvenil portuguesa é homossexual? A terceira surpresa tem que ver com a própria necessidade desta campanha tão específica. Perdeu-se uma boa oportunidade de fazer uma campanha generalizada contra o bullying na escola? Estas campanhas são úteis?



publicado por jazza-me
link do post | comentar | ver comentários (14)

Quinta-feira, 20 de Janeiro de 2011
Rádio Blogue: linguagem e presidenciais

 

Em final de semana revemos as opiniões sobre homofobia e liberdade de expressão...

 

Com Carla Hilário Quevedo e Antonieta Lopes da Costa

6ªf, 21 de Janeiro- 10.35/ 19.35

Domingo, 23 de Janeiro- 18.35

 

Nos próximos dias queremos saber o que pensa da forma com os candidatos às eleições presidenciais se expressaram durante a campanha. Como viu a campanha? Pode deixar o seu comentário, se preferir, através do 21. 351. 05. 90 em mensagem gravada. A crónica de Carla Hilário Quevedo é publicada aqui em parceria com o jornal Metro.

 

Linguagem e presidenciais

A campanha para as presidenciais terminou com a frase surpreendente de Fernando Nobre num comício em Coimbra: «Só é possível demoverem-me da minha intenção de uma maneira, e nessa altura ousem fazê-lo, e vocês verão o que o povo português fará: dêem-me um tiro na cabeça, porque sem um tiro na cabeça eu vou para Belém». Num momento de fado, tango e falta de jeito, o candidato parece ter esquecido que não basta não levar um tiro para ir para Belém: é preciso ganhar as eleições. É apenas a falta de vontade dos portugueses que impedirá Fernando Nobre de ser Presidente da República. No dia a seguir à declaração insólita, o candidato veio dizer que recebera telefonemas anónimos a ameaçá-lo, o que me obrigou a tentar perceber em que medida constituía uma ameaça e para quem. À falta de conclusões dignas, é melhor imaginar que Nobre terá tentado usar a carta forte da hipérbole, mas que o pouco talento para as figuras de retórica o atraiçoou. A «linguagem bélica» aplicada ao discurso político não foi, no entanto, exclusiva deste candidato. Defensor Moura declarou «guerra à corrupção», atitude tão nobre quanto oca. Cavaco Silva misturou imagem gastronómica com cenário de devastação e disse ter «pouco apetite» para usar a «bomba atómica» da dissolução da Assembleia, o que me fez respirar de alívio, porque a bomba atómica é má. José Manuel Coelho, o «coelhinho lindo», deputado regional madeirense da Nova Democracia, preferiu a metáfora doméstica e apelou à necessidade de dar uma «vassourada na Justiça». Francisco Lopes optou pela imagem aquática e alertou para o «afundamento do país». Já o caçador-poeta Manuel Alegre queixou-se de que «a democracia está muito amputada», o que torna tudo «muito» definitivo. Como viu a campanha para as presidenciais?



publicado por jazza-me
link do post | comentar | ver comentários (6)

Terça-feira, 26 de Outubro de 2010
Europa Entrevista

 

No passado dia 18 de Outubro assinalou-se o Dia Mundial da Alimentação. O Europa Entrevista recupera a conversa com Guilhermina Teixeira, responsável da FAO em Portugal. A FAO, recordamos, tem em curso a campanha www.1Billionhungry.org, com o objectivo de sensibilizar os políticos para as situações de fome- actualmente gastam-se 3 mil milhões de dólares em armas por ano e quase mil milhões de pessoas não têm acesso a comida.

Os programas anteriores estão aqui.

 

Com Mónica Peixoto

3ªf, 26 de Outubro- 18h



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Terça-feira, 11 de Maio de 2010
Europa Entrevista

Rio Ferreira, Valongo (fotografia de Paulo V. Araújo, daqui)

 

O Europa Entrevista convida esta semana Pedro Quartin Graça, um dos promotores da iniciativa Sete Ex-Maravilhas de Portugal- um site e uma campanha de sensibilização para a necessidade de salvar e proteger o património natural destruído ou ameaçado pelo Homem.

Os programas anteriores estão aqui.

 

Com Mónica Peixoto

3ªf, 11 de Maio- 18h



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Quinta-feira, 12 de Junho de 2008
Rádio Blog

 

Amanhã é dia de ouvirmos os comentários dos ouvintes sobre a campanha lançada em Espanha a propósito de Israel. O texto, de Carla Hilário Quevedo, em parceria com o jornal Meia Hora, pode ser lido aqui.

 

Com Carla Hilário Quevedo e Antonieta Lopes da Costa

6ªf, 13 de Junho- 10.40

Domingo, 15 de Junho- 14.10



publicado por jazza-me
link do post | comentar

Quinta-feira, 27 de Março de 2008
Descubra as Diferenças
Debate político em parceria com a revista Atlântico:


Escola do Chão Duro, Moita (foto de Chão Duro)

Violência nas escolas: o vídeo da professora agredida na Escola Carolina Michaëlis, no Porto, por parte de uma aluna que aparentava dar a vida pelo telemóvel, foi, esta semana, incontornável. Terão as reacções sido exageradas? Os problemas vêm, na verdade, de fora da escola, como diz o Governo?  Esta é que é a geração Morangos com Açúcar? Bué da fixe...

Fuga de Mel: a Direcção Geral dos Impostos enviou cartas a casais recém-casados exigindo-lhes que denunciassem quem organizou o casamento, prometendo coimas a quem não o fizesse. O Governo já veio dizer que as cartas foram excessivas. A saga da intromissão na vida privada das pessoas continua? Ou trata-se, simplesmente, de mais um saque descarado aos bolsos dos portugueses?

Início de campanha? José Sócrates parece ter começado a dar os primeiros passos para a maratona eleitoral de 2009, e resolveu aproveitar uma sessão de propaganda do PS para atacar os "métodos" do PSD de Luís Filipe Menezes. Tiro no pé? Falta de novas soluções políticas? Movimentações dentro do PS?

Ai, Tibete... os chineses dizem que os tibetanos insurgentes são terroristas e apenas pretendem prejudicar os Jogos Olímpicos de Pequim. O Dalai Lama respondeu não ser verdade, afirmando esperar que os Jogos Olímpicos se realizem em paz. Velhas tensões numa nova China? Serão todos os tibetanos pacifistas?

Debate a 4, esta semana com Paulo Pinto Mascarenhas, Antonieta Lopes da Costa, Bernardo Pires de Lima e André Abrantes Amaral. descubraasdiferencas@radioeuropa.fm

6ªf, 28 Março- 19h
Domingo, 30 Março- 11h/19h

publicado por jazza-me
link do post | comentar | ver comentários (1)

Terça-feira, 6 de Novembro de 2007
Europa Entrevista


Em 2006, os crimes de violência doméstica aumentaram 30 por cento em Portugal. O problema não é um exclusivo nacional, razão pela qual o Conselho da Europa promove até Março de 2008 uma Campanha Europeia de Luta contra a Violência sobre as Mulheres.
João Lázaro, secretário-geral da Associação Nacional de Apoio à Vítima (APAV) é o convidado do Europa Entrevista, a propósito do tema.

Com Mónica Peixoto
4ªf, 7 Novembro-19h
Sábado, 10 Novembro-18h

publicado por jazza-me
link do post | comentar | ver comentários (4)


Rádio Blog
Carla Hilário Quevedo
Metro - Rádio Europa Lisboa
Tema da semana: Rádio Blogue.
Comente aqui ou em 21 351 05 90.
A sua voz vai para o ar :
6ª feira, 11h35/17h40
Domingo, 18h35






Rádio Europa Lisboa
Rua Latino Coelho, 50 - 1º
1050-137 Lisboa, Portugal
Tel.: 21 351 05 80

Email   Estamos no Facebook   Siga-nos no Twitter
Emissão online:

clique para ouvir a emissão da europa


Rádio Blog
Carla Hilário Quevedo
Metro - Rádio Europa Lisboa
Tema da semana: Rádio Blogue.
Comente aqui ou em 21 351 05 90.
A sua voz vai para o ar :
6ª feira, 11h35/17h40
Domingo, 18h35



POSTS RECENTES

Rádio Blogue: campanha el...

Europa Entrevista

Rádio Blogue: bullying ho...

Rádio Blogue: linguagem e...

Europa Entrevista

Europa Entrevista

Rádio Blog

Descubra as Diferenças

Europa Entrevista

ARQUIVOS
TAGS

todas as tags

blogs SAPO
SUBSCREVER FEEDS