Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

jazza-me muito...

O JAZZ SUBIU-NOS À CABEÇA!

O JAZZ SUBIU-NOS À CABEÇA!

jazza-me muito...

16
Jan11

100% Francês

jazza-me

 

Argumentista em programas de TV, Alister passou a dedicar-se à música a tempo inteiro a partir de 2003, compondo os temas que viriam a integrar o seu disco de estreia, Aucun Mal Ne Vous Sera Fait, de 2008, com produção de Baxter Dury, filho de Ian Dury, e Craig Silvey. Entre o rock e a chanson, Alister regressa este ano com novas canções, como La Femme Parfaite (Tout Le Monde Dit Que C'est Elle), que hoje ouvimos em estreia.

Depois do sucesso de Charango (2006), com mais de um milhão de exemplares vendidos, o tenista francês que se tornou cantor regressou, no Verão passado, com o seu 8º álbum: Frontières apela à consciência social e política, faz o elogio de Angela Davis, activista norte-americana associada ao Black Panther Party e aos estudos feministas, canta Nova Iorque, a cidade onde Yannick Noah reside actualmente, e convida a nigeriana Asa para uma colaboração.

Os programas anteriores estão aqui.

 

Com Ricardo de Matos

Domingo, 16 de Janeiro- 16h

28
Nov10

100% Francês

jazza-me

Patrick Fiori, Guillaume Grand

 

Dois novos discos passam, a partir de hoje, a rodar nas tardes francófonas de domingo: L'Instant Masculin (2010) marca o regresso de Patrick Fiori, o cantor de Marselha, de origem corsa, que chegou aos tops de venda em França por diversas vezes, desde que se fez ouvir no Festival Eurovisão da Canção, em 93.

L'amour Est Laid (2010) é, por outro lado, o primeiro álbum de Guillaume Grand, de canções compostas à guitarra, com sonoridades reggae.

Os programas anteriores estão aqui.

 

Com Ricardo de Matos

Domingo, 28 de Novembro- 16h

31
Out10

100% Francês

jazza-me

Zaz, Yves Romão

 

Esta tarde descobrimos o disco de estreia da cantora Zaz, intitulado simplesmente Zaz, e Mes Racines, segundo álbum de Yves Romão. Ao longo da hora recordamos Laurent Voulzy na década de 80, La Grande Sophie nos anos 90 e os discos mais recentes de Grégory LeMarchal, BB Brunes, Les Rita Mitsouko e Christophe Willem.

Os programas anteriores estão aqui.

 

Com Ricardo de Matos

Domingo, 31 de Outubro- 16h

19
Set10

100% Francês

jazza-me

Dimoné, Françoise Hardy

 

As tardes de domingo voltam às novidades francófonas, neste mês de Setembro, e hoje descobrimos Madame Blanche, terceiro disco de Dimoné- Dominique Terrieu de seu verdadeiro nome- que a imprensa francesa situa na linhagem de Alain Bashung, Gainsbourg e Daniel Darc, ou seja, no universo dos escritores de canções que declinam os sentimentos e as emoções pessoais sem fugir da tensão, em ambientes pop/ rock que têm na guitarra, ou no piano, o seu ponto de partida. Dimoné é multi-instrumentista e neste seu terceiro álbum faz o gosto ao dedo ao tocar guitarra, baixo e ukulele, mas também melódica, mandolim e teclas.

No feminino, La Pluie sans Parapluie, o novo disco de Françoise Hardy, continua a merecer destaque no 100% Francês. A cantora "cujos discos se quer amar antes mesmo de os ouvir"- como escreveu a revista Télérama- tem desta vez ao seu lado compositores como La Grande Sophie, Arthur H., Ben Christophers, Thierry Stremler e Jean-Louis Murat. Já Noir Sur Blanc, o tema que hoje descobrimos, no qual Hardy confessa a sua paixão pela escrita, tem música de Calogero e letra da cantora, com Patrick Loiseau.

Os programas anteriores estão aqui.

 

Com Ricardo de Matos

Domingo, 19 de Setembro- 16h

12
Set10

100% Francês

jazza-me

 

Este fim-de-semana, o 100% Francês dá-nos a descobrir o disco de estreia de Camélia Jordana, que aos 16 anos impressionou o público do concurso Nouvelle Star ao interpretar What a Wonderful World. Camélia Jordana, o álbum, foi editado em França em Março deste ano.

A actriz e cantora Elsa Lunghini, que revelou a sua voz em 1988, voltou aos discos em 2004, após um período dedicado a causas humanitárias e à carreira na televisão e no cinema. De Lave et de Sève, o quinto álbum, tem canções escritas por Benjamin Biolay, Keren Ann e Etienne Daho.

Os programas anteriores estão aqui.

 

Com Ricardo de Matos

Domingo, 12 de Setembro- 16h

27
Jun10

100% Francês

jazza-me

 

Este fim-de-semana descobrimos um dos discos que a revista Les Inrockuptibles considerou, em finais de 2009, como um dos que iria marcar a pop francesa em 2010. La Reproduction, novo álbum de Arnaud Fleurent-Didier, que se estrou em 98, com Chansons Françaises, é um registo orquestral que se lança, com um olhar desassombrado, a questões como a identidade francesa, a educação, o amor e a política. Entre Michel Polnareff, Pierre Vassiliu, John Barry e os Smiths, La Reproduction chamou a atenção com a canção France Culture, que já circula na internet em várias traduções... e que se pode ouvir aqui.

Destaque ainda, esta tarde, para 20m2, o disco de estreia de Amandine Bourgeois, que continuamos a rodar por aqui. Em ambiente pop-rock, a cantora revelada pela televisão francesa faz valer os trunfos de canções escritas por Etienne Daho, La Grande Sophie e Alain Bashung para dar a conhecer o seu talento.

 

Com Ricardo de Matos

Domingo, 27 de Junho- 16h

20
Jun10

100% Francês

jazza-me

 

Dois discos a descobrir, este domingo, numa hora inteiramente dedicada à música francófona: L'Art de La Fugue e Le Cheshire Cat et Moi.

L'Art de la Fugue é o terceiro álbum da dupla La Maison Tellier, formada por Helmut e Raoul Tellier (na verdade, Yannick Marais e Sebastien Miel) em 2004. Ao longo dos anos, outros músicos foram chegando ao grupo que roubou o nome a um conto de Guy de Maupassant e reclama influências da folk norte-americana. Depois de La Maison Tellier (2006) e Second Souffle (2007), eis que surge L'Art de La Fugue, a lembrar uns Fleet Foxes, e cantado em inglês e francês.

No capítulo da chanson ouvimos hoje pela primeira vez o terceiro disco de Nolwenn Leroy, uma viragem no percurso de uma cantora revelada pelos concursos de talentos da televisão francesa, em 2002. Ao primeiro disco pop seguiu-se Histoires Naturelles, com a contribuição de Alain Souchon e a produção de Laurent Voulzy. Le Cheshire Cat et Moi, inspirado no universo da Alice de Lewis Carroll, é assumido pela cantora como um disco mais pessoal que aqui se aventura na escrita de canções.

Os programas anteriores estão aqui.

 

Com Ricardo de Matos

Domingo, 20 de Junho- 16h

08
Mai10

100% Francês

jazza-me

 

O caminho de Alain Chamfort nos palcos, e fora deles, tem sido ecléctico e marcado, quase sempre, pelas parcerias artísticas: se na década de 60 frequentava o beau monde com Jacques Dutronc, com quem tocou durante dois anos, na década seguinte deu-se ao disco sound com Claude François, que o levou a reinventar-se. Desapareceu Alain Le Govic e surgiu Alain Chamfort, pronto para uma carreira a solo. Serge Gainsbourg dar-lhe-ia, em 79, o seu maior êxito, Manureva, e o alento para mais um recomeço. Com altos e baixos, o legado de Alain Chamfort tem sido reconhecido, desde finais da década de 90, por músicos mais novos como Bertrand Burgalat, April March e Albin de la Simone. Une Vie Saint Laurent, o seu novíssimo disco, presta homenagem a Yves Saint Laurent retratando-o em aspectos diferentes da sua vida e personalidade.

Outra das estreias da semana é Maudits Français, novo álbum dos Java, que regressam ao seu rap-musette particular.

 

Com Ricardo de Matos

Domingo, 9 de Maio- 16h

07
Mar10

100% Francês

jazza-me

 

Um regresso e uma estreia, na canção francesa, são os grandes destaques do fim-de-semana francófono: Emily Loizeau volta aos palcos com Pays Sauvage, o segundo disco (depois de L'Autre Bout du Monde, em 2006), com colaborações de Thomas Fersen, Herman Dune, de Danyel Waro e dos Moriarty. Lançado o disco, a cantora continua a privilegiar os duetos: em 2006 tinha gravado com Andrew Bird, agora registou o clássico Qui est in? Qui est out? de Gainsbourg, com Jeanne Cherhal, para a banda sonora do filme Gainsbourg: Vie Héroïque, estreado em França no passado mês de Janeiro.

Charlie, a estreia da semana, é o disco de apresentação de uma jovem cantora que as rádio francesas têm dado a descobrir.

Ao longo da hora ouvimos ainda Benjamin Biolay, o já clássico Paris, Paris, de Malcom Mclaren e Catherine Deneuve, e Michel Berger.

 

Com Ricardo de Matos

Domingo, 7 de Março- 16h

13
Fev10

100% Francês: São Valentim

jazza-me

             Do vídeo de "Sentiment Nouveau" de JL Murat

 

No dia de São Valentim, o programa mais francófono da Europa Lisboa reforça paixões com uma selecção especial de clássicos da música francesa nas vozes de France Gall, Eddy Mitchell, Vanessa Paradis, Sylvie Vartan, Louis Chedid, Patrick Bruel e Jean-Louis Murat, entre outros.

 

Com Ricardo de Matos

Domingo, 14 de Fevereiro- 16h

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Emissão online:

clique para ouvir a emissão da europa




Rádio Europa Lisboa
Rua Latino Coelho, 50 - 1º
1050-137 Lisboa, Portugal
Tel.: 21 351 05 80

Email   Estamos no Facebook   Siga-nos no Twitter

Arquivo

  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2010
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2009
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2008
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2007
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2006
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D